Encontre artigos, Publique artigos e Use artigos gratuitos em seu site!

GOSTA DE ESCREVER? CLIQUE AQUI E SEJA UM(A) ESCRITOR(A) DO NOSSO BLOG

Receber atualizações?

Receber atualizações?

Top mensal

Pos. Autor Artigos
Não há ranking por enquanto.

Top anual

Pos. Autor Artigos
1 º CLAUDIO 5 artigos
2 º J.Z.MAGAZINE 3 artigos
3 º FABRICIO 3 artigos
4 º JOAO 1 artigos
5 º JOAO 1 artigos

Top geral

Pos. Autor Artigos
1 º RAIMUNDO 2808 artigos
2 º IZAIAS 1991 artigos
3 º ROBERTO 1020 artigos
4 º EVANDRO 830 artigos
5 º TELMO 619 artigos
6 º ANA 498 artigos
7 º KAIO 284 artigos
8 º TAISLAINE 267 artigos
9 º LEITURA 223 artigos
10 º CARLOS 210 artigos

Receber atualizações?

 

Procurar artigos

Encontre artigos para ler ou usar no seu site. Use a busca avançada.
 

Publicar artigos

Publique artigos com suas ideias e aumente a quantidade dos seus pontos e projetos online.
 

Cadastre-se grátis

O cadastro é rápido e gratuito! Comece a publicar seus artigos hoje mesmo!
PUBLICIDADE

O preço da vontade e da teimosia

PUBLICIDADE

O preço da vontade e da teimosa?

A Teimosia. No passado, pesquisadores experientes e com uma vida dedicada a pesquisas e soluções em vacina para saúde dos seres humanos, tentaram captar verba com governos de diversos países, o objetivo seria financiar a cura para o coronavírus que um dia poderia aparecer.

Muitos países, inclusive países ricos, acharam caro e que era algo desnecessário.

Caro? Isso mesmo. Mas como alguém que não é cientista, pesquisador, pode achar caro uma vacina para um vírus?

Pode parecer piada, mas isso foi real, e o caro, se mostrou simbólico diante dos trilhões de dólares que estão sendo gastos apenas no início para conter a pandemia.

A Vontade. Vejo este mesmo exemplo no dia a dia de micro e pequenos negócios de países em desenvolvimento, em particular no Brasil. Não somente por ser um país grande e com diferenças das mais diversas entre uma região e outra, mas seguramente por ter em sua base cultural a condição de pensamento individual do ?não preciso, eu sei tudo?.

É natural que uma grande parte da população sonhe em ser dona do próprio nariz, ou seja ter um negócio próprio e isso é positivo, mas adianto que empreender é para poucos e não para todos. Empreender exige preparo, consistência e inúmeras condições antes da vontade de empreender. Em duas décadas, vejo mais do mesmo, o sujeito teve uma ideia, geralmente incremental sobre um negócio convencional. Possui alguma experiência, geralmente como funcionário de alguma empresa do mesmo setor, em outras o cargo foi conquistado por amizade ou política, sem qualquer meritocracia. Com um capital limitado, cheio de vontade em montar um negócio próprio, ele abre a empresa, e sem um planejamento consistente que deveria elencar ao menos 60 tópicos, ele começa a sonhar com clientes e faturamento. Investe muitas vezes mais do que pode ou deveria, consome muitos paliativos. No fundo ele já entende e percebe muita coisa, porém não aceita.

Uma vez, assisti um documentário sobre o Tesla, de quem virei um fã, e quando ele demonstrou um dos seus experimentos que estavam 50 anos(duas gerações) a frente de sua época, um suposto investidor que não tinha capital, foi o único do grupo a tecer críticas e disse ? ? eu não entendi, pra que serve isso, não tem sentido? , o experimento no caso era algo que conhecemos hoje como sinal wi-fi(isso há 110 anos), e Tesla calmamente respondeu ? ?você entendeu, apenas não quer aceitar?, esse investidor faliu 2 anos depois e cometeu suicídio na quebra de 1929).

Entender é algo muito diferente em relacao a aceitar. Aceitar é ser humilde e querer ir mais longe, em resumo.Evitar medir os outros pela sua própria régua poderá facilitar esse processo. Deixar o melindre de lado também.

A vontade, a coragem de empreender é algo único, chega a ser mágico, é o estalo da saída da inércia e o início de uma jornada para algum lugar. Os primeiros 100 metros são fáceis, os 200 também, a superação de 1 km nos enche de alegria, mas o mundo e a jornada são muito maiores. Inevitavelmente sem preparo você não concluirá sequer a sua primeira maratona.

O que tento dizer aqui de forma simplificada, e através de analogias, é que para você continuar indo em frente ou mesmo manter o seu pequeno negócio, você precisará de muito mais do que vontade ou de seu conhecimento específico em um ponto do seu negócio. Você vai precisar aceitar. Aceitar que o mundo mudou, se você vender ou comprar paliativos o seu fim estará cada vez mais próximo. Estamos na Era de comprar e vender resultados e fazer a diferença. Pensamento de longo prazo e sempre coletivo. Você não vai conseguir ser o seu advogado, o seu contador, o seu marqueteiro, o seu?., foque que naquilo que você sabe fazer e se cerque de profissionais e parceiros que possam suprir as suas deficiências, mas antes você precisa aceita-las.

Lembre-se, negócios não são como futebol, que você pode ganhar, perder ou empatar. Nos negócios, ou você desiste e perde, ou você continua e perde mais(tem pessoas que preferem deixar a solução passar por 10 e gastar 200 ao longo do tempo sem solução, vivemos esse exemplo na Covid-19 e sua vacina que ficou no tempo), ou você ganha.

O pior dessa pandemia, ainda está por vir, ela está moendo o sistema. Se você não for aposentado, pensionista, servidor público, se prepare. Por outro lado, veremos muitas inovações, os fracos caíram, os fortes e inovadores seguirão em frente assim como sempre foi na história da humanidade.

A escolha é de cada um.

Qual será a sua?

 

Cláudio Marcellini


Criado em: 12/05/2020 15:54:22.

Sobre o autor

Cláudio Marcellini, passou parte de sua infância em Santos, aonde se apaixonou pelo mar, e ali aprendeu a pescar, surfar, velejar.

Realizou na infância um curso de taxidermia e outros sobre conchas e crustáceos.

Nos anos 80, morou em Miami, Flórida, onde se aprimorou na pesca esportiva.

Iniciou nos negócios de maneira informal, vendendo bugigangas no colégio.

Ao final da adolescência, estava em São Paulo. Foi morar sozinho aos 17 anos, cursou Administração de Empresas e Hotelaria na FAAP, cursou Análise de Investimentos na Bovespa.

Montou um estacionamento informal, varal de camisetas em estádios de futebol, até abrir a sua primeira empresa no ramo de distribuição e importação de produtos dos mais diversos.

Entre erros e acertos, o mundo da tecnologia da informação bateu a sua porta.

Com a TI, enveredou-se pelo mundo da inclusão digital e do comércio eletrônico, especializando-se, e constituindo em 2001, uma das primeiras e principais empresas do setor de Inclusão Digital com serviços para empresas, órgãos públicos e gestora de 2 mil lojas virtuais.

Em 2006, iniciou uma jornada social como professor voluntário pelo Brasil afora, realizando seminários e palestras em parceria com 52 instituições.Tornou-se escritor, publicando 3 livros, todos com royalties revertidos para instituições sociais, e disponíveis nas principais livrarias, como Amazon, Saraiva, Wibook.

O livro ?Frankia Virtual Multiplicando Possibilidades?, foi o primeiro em 2008, além da versão em português, o livro possui versões em inglês e espanhol.

No ano de 2010, iniciou-se a internacionalização da empresa de Inclusão Digital (FrankiaVirtual.com), gerando oportunidades e intercâmbios para clientes e colaboradores. Ainda em 2010, Marcellini, inaugurou a primeira empresa anti-chargeback e seguro para compras online em sites internacionais.

Ingressou no campo de Assunções Empresariais, adquirindo débitos de empresas, e empresas em dificuldade.

Em 2016, o livro ?Empreender & Aprender com a Internet? foi publicado, seguido pelo livro ?Desafios de um Empreendedor?, publicado em 2017.

Outros negócios surgiram, e em 2017 podiam ser observadas, em sites de busca na internet, mais de 5000 publicações, entre artigos, entrevistas(em rádio e televisão), documentários.

Cerca de 300 artigos publicados nos mais diferentes veículos de comunicação, apresentando as mais diferentes possibilidades para o uso da internet de forma adequada, como canal de pesquisa, inclusão social, desenvolvimento, geração de valor, dentre outros.

Administrador de empresas por formação, professor, consultor, pesquisador, escritor, empreendedor, comentarista, especialista em inclusão digital.

#especialista inclusão digital

#claudio marcellini

              
PUBLICIDADE

Leia também:

Artigos recentes

Brazilian Dream ? Crédito no Brasil

Atenção a promessas milagrosas e rentabilidades fantasiosas, dinheiro não bate à porta!

Ganhar dinheiro fácil

Ter sucesso e dinheiro, ou ter tempo e muita paz?

UM NOVO JEITO DE VER O MUNDO

Você Tem Medo de Empreender?

O Ensino não pode Parar, Inclusão Digital Já!

O Empurrão que Faltava

A vinda de Jesus


Artigos mais lidos

AMACIANTE DE CARNE QUE NÃO FAZ MAL PARA A SAÚDE

Como deixar um homem apaixonado usando o poder feminino

Monumentos e obras pelo mundo

SCI - Sistema de Consumo Inteligente - Ganhe Dinheiro Consumindo Alimentos Básicos

EDUCAÇÃO E DIREITO DE TODOS.

Pneu velho pode se tornar um puff incrível.

Espécies de cactos ornamentais e seus nomes

Expansão Européia e Conquista da América Conquista da America

A era Vargas: Política, Economia e Sociedade

Restauração dos Jogos Olímpicos na modernidade

Deixe seu comentário

PUBLICIDADE

© 2020. Leitura Social. Todos os direitos reservados.